A rainha Albemarle ou o último turista

Jean Paul Sartre
A rainha Albemarle ou o último turista – Fragmentos, de Jean-Paul Sartre, é um diário de viagem inacabado escrito pelo filósofo francês durante e logo após uma visita à Itália no outono de 1951. Seu texto foi estabelecido e anotado por Arlette Elkaïm-Sartre – filha adotiva de Sartre, que também responde pela apresentação – e traduzido por Júlio Castañon Guimarães. O subtítulo, Fragmentos, se explica não tanto pelo texto ser constuído de pequenas partes esparsas, mas porque Sartre, envolvido em seguida em outros projetos, principalmente políticos, deixou o livro inacabado, sem formar um todo orgânico. Mas isto não importa, porque é perfeitamente coerente com o projeto em si. Como explicita a “Apresentação”: “Esse [recente] desejo de escrever em liberdade logo se volta para a própria Itália. Em Roma, Nápoles e Capri, ele toma notas, essencialmente descritivas, em suportes improvisados. [Depois] em Veneza, continua a escrever em um caderno, escolhendo as palavras para fazer a presença da cidade vibrar – [o relato] assume [então] a forma de um diário, com um tom que permanecerá nas versões posteriores – mistura de emoção e ironia”. Read more

US$20.44

A rainha Albemarle ou o último turista – Fragmentos, de Jean-Paul Sartre, é um diário de viagem inacabado escrito pelo filósofo francês durante e logo após uma visita à Itália no outono de 1951. Seu texto foi estabelecido e anotado por Arlette Elkaïm-Sartre – filha adotiva de Sartre, que também responde pela apresentação – e traduzido por Júlio Castañon Guimarães. O subtítulo, Fragmentos, se explica não tanto pelo texto ser constuído de pequenas partes esparsas, mas porque Sartre, envolvido em seguida em outros projetos, principalmente políticos, deixou o livro inacabado, sem formar um todo orgânico. Mas isto não importa, porque é perfeitamente coerente com o projeto em si. Como explicita a “Apresentação”: “Esse [recente] desejo de escrever em liberdade logo se volta para a própria Itália. Em Roma, Nápoles e Capri, ele toma notas, essencialmente descritivas, em suportes improvisados. [Depois] em Veneza, continua a escrever em um caderno, escolhendo as palavras para fazer a presença da cidade vibrar – [o relato] assume [então] a forma de um diário, com um tom que permanecerá nas versões posteriores – mistura de emoção e ironia”.

Book Details

Author: Jean Paul Sartre
ISBN: 978-85-250-4705-2
Publisher: Biblioteca Azul
Publication year: 2009
Cover: Brochura - Paperback / softback
Subtitle: Fragmentos
Pages: 224
Language: por
Dimensions: 210 x 23.6 cm

More about the book

Reviews

There are no reviews yet.

Be the first to review “A rainha Albemarle ou o último turista”