Maluquinho pelo mundo

Ziraldo Alves Pinto
Quando foi criado, há mais de trinta anos, o simpático garoto com uma panela na cabeça conquistou o coração dos brasileiros de todas as idades, tornando-se uma espécie de símbolo daquilo que há de melhor na infância. Alegre, sapeca e imaginativo, ele é a criança que todos fomos – ou deveríamos ter sido – um dia. Esse caráter universal não passou despercebido pelo criador do personagem, o escritor e cartunista Ziraldo, que lança Maluquinho pelo mundo, no qual apresenta versões estrangeiras do pequeno herói. No livro, Maluquinho usa a internet para entrar em contato com seus pares mundo afora. E é por meio de animados chats que ele conhece e apresenta o angolano António Maluco, o argentino Pibe Piola, o egípcio Mahlu Al Kim, o francês Petit Fou, o indiano Malukesh, o mexicano Loquito, só para citar alguns. Assim como o garoto brasileiro, todos têm uma turma bem animada e vivem aprontando confusões. “Cada país tem o menino maluquinho que merece”, afirma Ziraldo na apresentação do livro, cujas histórias são ambientadas em países dos cinco continentes – uma oportunidade de introduzir o leitor a uma diversidade de cenários, costumes e culturas. No entanto, como o próprio autor faz questão de ressaltar, as roupas e as panelinhas desses personagens podem ser completamente diferentes, mas o jeito de olhar o mundo e sentir as coisas é o mesmo: deliciosamente maluquinho. Saiba mais

US$27.53

Quando foi criado, há mais de trinta anos, o simpático garoto com uma panela na cabeça conquistou o coração dos brasileiros de todas as idades, tornando-se uma espécie de símbolo daquilo que há de melhor na infância. Alegre, sapeca e imaginativo, ele é a criança que todos fomos – ou deveríamos ter sido – um dia. Esse caráter universal não passou despercebido pelo criador do personagem, o escritor e cartunista Ziraldo, que lança Maluquinho pelo mundo, no qual apresenta versões estrangeiras do pequeno herói.

No livro, Maluquinho usa a internet para entrar em contato com seus pares mundo afora. E é por meio de animados chats que ele conhece e apresenta o angolano António Maluco, o argentino Pibe Piola, o egípcio Mahlu Al Kim, o francês Petit Fou, o indiano Malukesh, o mexicano Loquito, só para citar alguns. Assim como o garoto brasileiro, todos têm uma turma bem animada e vivem aprontando confusões.

“Cada país tem o menino maluquinho que merece”, afirma Ziraldo na apresentação do livro, cujas histórias são ambientadas em países dos cinco continentes – uma oportunidade de introduzir o leitor a uma diversidade de cenários, costumes e culturas. No entanto, como o próprio autor faz questão de ressaltar, as roupas e as panelinhas desses personagens podem ser completamente diferentes, mas o jeito de olhar o mundo e sentir as coisas é o mesmo: deliciosamente maluquinho.

Características

Autor: Ziraldo Alves Pinto
ISBN: 978-85-250-5133-2
Editora: Globinho
Ano de publicação: 2012
Capa: Brochura
No de páginas: 112
Língua: Português (Brasil)
Dimensões: 27.6 x 20.3

Mais sobre o livro

Ziraldo Alves Pinto dedica sua vida à literatura e à ilustração para crianças. É artista gráfico, humorista, escritor de livros infantis, ilustrador, cartunista, caricaturista, dramaturgo, jornalista e bacharel em direito. Publicou seus primeiros cartuns na imprensa de seu estado, Minas Gerais, quando ainda nem havia escolas de artes no Brasil. Em 1960 lançou a primeira revista brasileira de comics, com a Turma do Pererê. Escreveu e ilustrou seu primeiro livro para crianças, FLICTS, em 1969 e, a partir daí, não parou mais de fazer trabalhos para o público infantojuvenil. Sua maior criação é O MENINO MALUQUINHO, livro que desde 1980 diverte as crianças de todo o Brasil e já foi adaptado para teatro, cinema e televisão.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Maluquinho pelo mundo”