Somos (apenas) cristãos

Igor Miguel, Marcelo Cabral, Marlon Marques, Vinicius Couto
É possível calvinistas e arminianos viverem em unidade e paz? Neste livro, mais do que oferecer palavras e conceitos, os autores — dois calvinistas e dois arminianos — provam, na prática, que é perfeitamente possível filhos de Deus conviverem e colaborarem de forma harmônica e produtiva, apesar de discordar em alguns aspectos da fé. Eles mostram, também, que a unidade de membros do mesmo corpo que diferem em algumas opiniões pode gerar frutos excelentes, que contribuem muito mais para a causa do evangelho de Cristo do que o sectarismo e o narcisismo teológico. Saiba mais

US$20.15

É possível calvinistas e arminianos viverem em unidade e paz? Neste livro, mais do que oferecer palavras e conceitos, os autores — dois calvinistas e dois arminianos — provam, na prática, que é perfeitamente possível filhos de Deus conviverem e colaborarem de forma harmônica e produtiva, apesar de discordar em alguns aspectos da fé. Eles mostram, também, que a unidade de membros do mesmo corpo que diferem em algumas opiniões pode gerar frutos excelentes, que contribuem muito mais para a causa do evangelho de Cristo do que o sectarismo e o narcisismo teológico.

Características

Autor: Igor Miguel, Marcelo Cabral, Marlon Marques, Vinicius Couto
ISBN: 978-65-9913-720-4
Editora: God Books
Capa: brochura
No de páginas: 176
Língua: Português (Brasil)
Dimensões: 21.0 x 14.0

Mais sobre o livro

“Em tempos difíceis como os nossos, quando os ânimos de alguns mostram-se exaltados e um espírito de beligerância e intolerância paira no ar, mesmo entre cristãos evangélicos, urge assumirmos uma postura conciliadora, fraterna e que preze pela unidade da igreja de Cristo, respeitando a sua diversidade.” (Carlos Augusto Vailatti, Teólogo e pastor) “O encontro desses quatro autores não é só teologicamente informativo, é esteticamente aprazível, pois foi feito em amor mútuo — como, também, em amor pela igreja de Cristo. Tudo isso faz deste livro um testemunho da possibilidade de trilharmos um caminho melhor em nossas iniciativas de unidade.” (Pedro Dulci, Teólogo e pastor)

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Somos (apenas) cristãos”