Escritos de filosofia VIII

Henrique Cláudio de Lima Vaz
Segundo o autor, a história de quase dois milênios e meio da pragmateia filosofica do Ocidente nos mostra que o gesto inaugural de toda decisão autêntica de filosofar dentro de nossa tradição é um encontro ou um reencontro com Platão. Essa convicção atravessa e ilumina as páginas da coletânea de Escritos de Filosofia VIII. Saiba mais

20.23

Segundo o autor, a história de quase dois milênios e meio da pragmateia filosofica do Ocidente nos mostra que o gesto inaugural de toda decisão autêntica de filosofar dentro de nossa tradição é um encontro ou um reencontro com Platão. Essa convicção atravessa e ilumina as páginas da coletânea de Escritos de Filosofia VIII.

Características

Autor: Henrique Cláudio de Lima Vaz
ISBN: 978-85-15-03791-9
Editora: Edições Loyola
Ano de publicação: 2011
Capa: Brochura
Subtítulo: Platonica
No de páginas: 184
Língua: Português
Dimensões: 21 x 14

Mais sobre o livro

Henrique Cláudio de Lima Vaz, S.J.  foi um padre jesuíta, professor, filósofo e humanista brasileiro autor de uma vasta obra filosófica hoje preservada e divulgada em seu memorial mantido pela Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia. Sua síntese filosófica pessoal apoiava-se em três grandes influências: Platão, Tomás de Aquino e Hegel. Mas, seu autor predileto é, sem dúvida, Tomás de Aquino. Lima Vaz via na obra de Tomás de Aquino, especialmente na sua metafísica, tal profundidade, lucidez e equilíbrio nas questões fundamentais que, ainda hoje, suas intuições são, segundo Lima Vaz, capazes de fecundar a reflexão. E, nesta união fecunda de elementos antigos, como a metafísica de Tomás de Aquino, e perspectivas renovadoras, com ênfase na dialética hegeliana, Lima Vaz colocava-se em busca de uma vida ética, onde fosse possível a realização da humanidade na liberdade, na verdade, na beleza e na justiça. Nos seus últimos escritos, Lima Vaz busca recuperar a idéia de sistema no sentido da articulação ordenada do pensamento, sem a qual não há leitura coerente da realidade, e a filosofia se esvai em gratuitos jogos de linguagem. A partir desta idéia de sistema Lima Vaz constrói, principalmente, sua Antropologia Filosófica e sua Ética Filosófica. Seu último livro, Raízes da Modernidade, propõe para o nosso tempo, de incertezas e de renovadas articulações, o humanismo teocêntrico como itinerário para a realização plena do ser humano em sua existência pessoal e social. Cultivou uma vida recolhida, simples, sem ostentação, impondo-se um ritmo de trabalho disciplinado e austero.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Escritos de filosofia VIII”