Oferta!

História do suicídio

Alexandre H. Reis
Como a morte voluntária veio a se tornar suicídio? Essa é a pergunta que o livro procura responder, ao escavar as profundezas da tradição que transformou um modo de morrer em um modo de matar. A ideia de suicídio, saibamos ou não, evoca a ideia de assassinato, de homicídio. Como aquilo que os estoicos chamaram de saída racional tornou-se um crime moralmente inafiançável? Neste primeiro volume, toda uma tradição greco-romana e cristã é colocada sob investigação, não para responder questões históricas, no entanto, mas para dar pistas ao nosso tempo no desafio de se colocar em questão. A diversidade linguística da antiguidade que expressava a morte voluntária foi substituída pela ideia de suicídio. Saiba mais

US$19.90 US$27.50

Como a morte voluntária veio a se tornar suicídio? Essa é a pergunta que o livro procura responder, ao escavar as profundezas da tradição que transformou um modo de morrer em um modo de matar. A ideia de suicídio, saibamos ou não, evoca a ideia de assassinato, de homicídio. Como aquilo que os estoicos chamaram de saída racional tornou-se um crime moralmente inafiançável? Neste primeiro volume, toda uma tradição greco-romana e cristã é colocada sob investigação, não para responder questões históricas, no entanto, mas para dar pistas ao nosso tempo no desafio de se colocar em questão. A diversidade linguística da antiguidade que expressava a morte voluntária foi substituída pela ideia de suicídio.

Características

Autor: Alexandre H. Reis
ISBN: 9786587123332
Editora: Páginas Editora
Ano de publicação: 2020
Capa: Brochura
Subtítulo: Variações antigas e o domínio do cristianismo
No de páginas: 358
Edição: 1 ed. 1 vol.
Língua: Português (Brasil)
Dimensões: 22.9 x 15.2

Mais sobre o livro

Este volume precede o exame da modernidade, que será estudada no Livro 2, tomando como objeto a reintrodução na cultura da ideia de melancolia e outros assuntos, como a confiscação dos cadáveres dos suicidas pelos alienistas franceses e o suicídio entre os escravos no Brasil. No Livro 3, será examinada a nossa contemporaneidade: o domínio da psiquiatria, as campanhas do setembro amarelo, a relação da mídia com o suicídio e a questão da pandemia do coronavírus.  

Sobre o autor:

Alexandre H. Reis é graduado e mestre em Filoso a pela UFMG e doutor pela UFRGS. Professor do Colegiado de Ciências Sociais da UNIVASF, leciona disciplinas ligadas à filosofia, às margens do Rio São Francisco, no sertão do Nordeste. É autor dos livros Vita; Filosofia e Ética e Os Jardins da Academia e de diversos artigos em revistas científicas. Coordena, desde a fundação, a THANÁTOUS, liga acadêmica que estuda a morte e o suicídio. É pesquisador do Krisis, Laboratório de Antropologia, Filosofia e Política, e professor em dois programas de mestrado. Pai de duas lhas, Helena e Aurora, é casado com a psicóloga Danielle Pizziolo, companheira de vida e de estudos.

  Assista ao vídeo de lançamento de História do Suicídio:

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “História do suicídio”