A história da ciência para quem tem pressa

Meredith Mac Ardle, Nicola Chalton
A história da ciência para quem tem pressa é um guia essencial para quem quer conhecer os resultados de 2.500 anos de atividades na área da ciência.

Desde os tempos antigos, homens brilhantes vêm tentando entender o universo, observando assim corpos celestes situados muito além de nossa capacidade de observação ou contato. Desde os menores átomos às mais distantes estrelas.

A história da ciência para quem tem pressa é uma obra que trata de forma simples das principais descobertas dos mais fecundos pensadores da ciência. Entre eles,  Aristóteles, Galileu, Fibonacci, Darwin, da Vinci, Curie, Edison e Hawking.

Além disso, o livro dá destaque às vidas e aos trabalhos dos cientistas mais influentes. Nele, o leitor saberá que Ptolomeu teve que corrigir certo aspecto de suas convicções para que se harmonizasse com suas teorias. Ou que Freud usava cocaína em suas sessões de atendimento psicoterápico para “expandir” a própria mente. E, ainda, sobre Tim Berners-Lee, inventor da Rede Mundial de Computadores (www). Ele foi proibido de usar os computadores de sua universidade depois que descobriram que estava violando o sistema.

Também com objetivo de demonstrar que a curiosidade humana não tem limites, esta obra apresenta, por fim, a vida e os feitos dos visionários que ousaram contestar “verdades” consagradas e cujas teorias mudaram nossa forma de ver o mundo.

Saiba mais

US$20.30

A história da ciência para quem tem pressa é um guia essencial para quem quer conhecer os resultados de 2.500 anos de atividades na área da ciência.

Desde os tempos antigos, homens brilhantes vêm tentando entender o universo, observando assim corpos celestes situados muito além de nossa capacidade de observação ou contato. Desde os menores átomos às mais distantes estrelas.

A história da ciência para quem tem pressa é uma obra que trata de forma simples das principais descobertas dos mais fecundos pensadores da ciência. Entre eles,  Aristóteles, Galileu, Fibonacci, Darwin, da Vinci, Curie, Edison e Hawking.

Além disso, o livro dá destaque às vidas e aos trabalhos dos cientistas mais influentes. Nele, o leitor saberá que Ptolomeu teve que corrigir certo aspecto de suas convicções para que se harmonizasse com suas teorias. Ou que Freud usava cocaína em suas sessões de atendimento psicoterápico para “expandir” a própria mente. E, ainda, sobre Tim Berners-Lee, inventor da Rede Mundial de Computadores (www). Ele foi proibido de usar os computadores de sua universidade depois que descobriram que estava violando o sistema.

Também com objetivo de demonstrar que a curiosidade humana não tem limites, esta obra apresenta, por fim, a vida e os feitos dos visionários que ousaram contestar “verdades” consagradas e cujas teorias mudaram nossa forma de ver o mundo.

Características

Autor: Meredith Mac Ardle, Nicola Chalton
ISBN: 978-85-5889-047-2
Editora: Valentina
Ano de publicação: 2017
Capa: Brochura
Subtítulo: De Galileu a Stephen Hawking em 200 páginas!
No de páginas: 200
Língua: Português
Dimensões: 21.0 x 14.0

Mais sobre o livro

Sobre as autoras:

  • Nicola Chalton é autora de diversas obras de não-ficção de teor histórico e outras temáticas, entre as quais uma série de livros sobre a história da ciência e da filosofia. É dona de uma pequena editora no condado de North Yorkshire, Inglaterra, que gere em parceria com o marido.
 
  • Meredith Macardle é escritora e editora. É coautora, também com Nicola Chalton, de A História do Século XX para Pessoas com Pressa. Vive em Londres.
 

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “A história da ciência para quem tem pressa”