Catatau

Paulo Leminski
Catatau não fornece pistas nem mapas, entrega o leitor à selva das palavras, dos conceitos, da mistura admirável de idiomas, das ironias sutis como um cristal límpido. Aparece também com as mais abissais renovações no terreno da linguística, como as produções literárias de Pound, Joyce, Beckett e Guimarães rosa. Saiba mais

US$27.80

Catatau não fornece pistas nem mapas, entrega o leitor à selva das palavras, dos conceitos, da mistura admirável de idiomas, das ironias sutis como um cristal límpido. Aparece também com as mais abissais renovações no terreno da linguística, como as produções literárias de Pound, Joyce, Beckett e Guimarães rosa.

Características

Autor: Paulo Leminski
ISBN: 978-85-7321-336-2
Editora: Iluminuras
Ano de publicação: 2010
Capa: Brochura
Subtítulo: Um romance-ideia
No de páginas: 256
Edição: 5 reimp.
Língua: Português (Brasil)
Dimensões: 23.4 x 15.6

Mais sobre o livro

Sobre o autor

Paulo Leminski - Poemas escolhidosSegundo Carlos William Leite, Paulo Leminski foi um dos mais expressivos poetas de sua geração. Influenciado pelos dos irmãos Augusto e Haroldo de Campos deixou uma obra vasta. Passados 25 anos de sua morte, continua exercendo forte influência nas novas gerações de poetas brasileiros. Seu livro “Metamorfose” foi o ganhador do Prêmio Jabuti de Poesia, em 1995. Entre suas traduções estão obras de James Joyce, John Fante, Samuel Beckett e Yukio Mishima. Na música teve poemas gravados por Caetano Veloso, Gilberto Gil, Guilherme Arantes; e parcerias com Itamar Assumpção, José Miguel Wisnik e Wally Salomão. Paulo Leminski morreu no dia 7 de junho de 1989, em consequência de uma cirrose hepática que o acompanhou por vários anos.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Catatau”