Versos Furtados

Patrick Vieira Furtado
Quando a poesia te faz palavra e não poeta, o mundo se torna outro lugar. Assim, Versos Furtados pode se significar. Não é o encanto da obra de um menino que escreve, mas sim o desencanto que um dia a escrita fez do menino, ou pensava ser. Em cada verso há um pedaço do poeta que não restou. Na verdade não há nada além de palavras, grafites na parede da alma que traduzem o turbilhão de sinapses provocativas aos olhos alheios de quem vê as coisas pelo ângulo da poesia. A perspectiva se torna o chão, o céu ganha cor nas pequenas entrelinhas: os sentimentos são as colunas de sustentação desta casa cheia de gente. Versos Furtados é um retrato do interior de um alguém que descobriu dentro de si as palavras mais confusas para rasgar o mundo sem voz. É apenas o começo.
*Este livro não poderá ser entregue em Portugal.
Saiba mais

US$18.40

Quando a poesia te faz palavra e não poeta, o mundo se torna outro lugar. Assim, Versos Furtados pode se significar. Não é o encanto da obra de um menino que escreve, mas sim o desencanto que um dia a escrita fez do menino, ou pensava ser. Em cada verso há um pedaço do poeta que não restou. Na verdade não há nada além de palavras, grafites na parede da alma que traduzem o turbilhão de sinapses provocativas aos olhos alheios de quem vê as coisas pelo ângulo da poesia. A perspectiva se torna o chão, o céu ganha cor nas pequenas entrelinhas: os sentimentos são as colunas de sustentação desta casa cheia de gente. Versos Furtados é um retrato do interior de um alguém que descobriu dentro de si as palavras mais confusas para rasgar o mundo sem voz. É apenas o começo.

*Este livro não poderá ser entregue em Portugal.

Características

Autor: Patrick Vieira Furtado
ISBN: 978-989-52-2438-8
Editora: Chiado Editora
Ano de publicação: 01/2019
Capa: Brochura
No de páginas: 220
Língua: Português
Dimensões: 19 x 12

Mais sobre o livro

  Patrick Furtado Carioca, sonhador, tímido e desregrado. Um emaranhado eclético de palavras muitas daz vezes vazias de som, mas, cheias de sentimento. Não se desconhece, não sabe se é ou teria sido, pois, amar é fácil, duro é ser, por isso, é amadurecido. Com olhar compassivo e profundo sobre o mundo cria seu próprio mundo desmoldando-se da realidade. Torna verdade aquilo que ele julga ser. É a própria palavra redigida do poeta que jamais ousou ser. Sempre foi mesmo sem saber.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Versos Furtados”